Coruripe: Audiência pública do estaleiro Eisa é nesta quinta-feira

Audiência é umas das últimas etapas da licença prévia

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), realiza audiência pública do Estaleiro Eisa, nesta quinta-feira (7), para discutir o licenciamento ambiental para a instalação em uma área entre os povoados de Miaí de Cima e Barreiras, no município de Coruripe. Na audiência serão discutidos os Estudos Complementares e o Relatório de Impacto Ambiental do empreendimento, às 17h, no Centro Assistencial, Rua Luiz Lima Beltrão, no povoado de Barreiras.

De acordo com diretor técnico do Grupo Sinergy, Max Weber, a nova área, denominada de 5D no Miaí de Cima, praticamente não existe impacto ambiental para concessão da licença prévia. O empreendimento está orçado em R$ 1,5 bilhão.

Nesta segunda e terça-feira, a Prefeitura acompanhou as mini-audiências, nas localidades: Pontal do Coruripe, Barreiras, Miaí de Cima e Centro. Na oportunidade foram explanados tópicos sobre o empreendimento e as possibilidades de crescimento para Alagoas.

Em 2012 foi realizada audiência pública – o projeto que previa a instalação na área 5ª, no Pontal de Coruripe foi aprovado pela população, mas a licença prévia foi negada pelo Ibama em função do forte impacto ambiental.

“Fizemos um plano de divulgação em Coruripe e nas cidades vizinhas para mobilizar a população para participar do evento. Acreditamos que dessa vez a licença prévia seja concedida, para que o empreendimento possa ser instalado em nossa cidade”, disse o prefeito Joaquim Beltrão.

 Emprego

Durante o período de construção, deverão ser criados entre cinco mil e seis mil empregos diretos na obra, num período de aproximadamente três anos. No funcionamento, a expectativa é de geração de 10 mil empregos diretos e cerca de 40 mil indiretos.

 

Ascom/Coruripe

 

 

 

 

Veja Mais